Chuveiro elétrico: saiba quem foi o inventor

Você sabia que o chuveiro elétrico foi criado por um brasileiro? O chuveiro elétrico foi uma invenção que facilitou a rotina de inúmeras pessoas, sobretudo em dias frios.

Neste artigo, vamos contar quem foi o inventor, assim como explicar a história deste item imprescindível nas casas brasileiras. Se você nunca se questionou sobre o assunto, este artigo é para você!

Quem foi o inventor do chuveiro elétrico?

O chuveiro elétrico foi inventado em meados do século passado, ou seja, não está tão distante como imaginamos. O inventor do chuveiro elétrico foi o brasileiro Francisco Canho, durante a Revolução Industrial.

Ao contrário de países como os Estados Unidos, em que o sistema de aquecimento a gás se desenvolveu nos anos posteriores à Revolução Industrial, o Brasil encontrou na rede elétrica a solução para a ausência de redes de gás nos centros urbanos.

A popularização do chuveiro elétrico se deu em meados dos anos 1930, há menos de um século atrás. O país, que estava vivendo um extenso processo de urbanização, não demorou a adotar esta comodidade.

Chuveiro elétrico: como tudo começou

Quem vê os chuveiros elétricos da atualidade não imagina a aparência dos primeiros modelos inventados. Apesar de terem um mecanismo muito simples, bem como aparência, eram também perigosos, podendo causar queimaduras em seus usuários.

Isto porque as primeiras resistências criadas aqueciam abruptamente a água, por causa da composição a partir de metais como o cromo e níquel, caracterizados por terem alto ponto de fusão.

Fora isso, a ineficácia na isolação de seus condutores elétricos causava choques elétricos. A tecnologia de Francisco Canho permitiu o aprimoramento destes problemas, sendo por este motivo que a invenção é atribuída a ele.

Foi no interior de São Paulo, na cidade de Jaú, em que o primeiro chuveiro elétrico seguro ganhou forma. Além de aprimorar o modelo, tornou possível o controle da temperatura da água em alguns níveis. Isso foi possível graças à utilização de duas resistências.

Em razão do alto custo para implementar a canalização a gás dentro da residência, os brasileiros adotaram a tecnologia em larga escala e o produto permanece muito popular até os dias de hoje.

Chuveiro elétrico: evolução

Os modelos atuais são completamente distintos dos primeiros modelos com carcaça metálica. Desde a popularização do plástico, durante as décadas de 1960 e 1970, os modelos se modernizaram e ficaram ainda mais seguros, devido ao maior isolamento elétrico.

A tecnologia do chuveiro elétrico ainda mantém a ideia de Francisco Canho como base, ganhando uma nova roupagem estética para se adequar às mudanças nos hábitos de consumo e no conforto que se pretende obter na hora do banho.

Os modelos atuais oferecem total segurança aos utilizadores, uma vez que possuem fiações, chaves e aterramento dedicados, além de Proteção à Corrente Diferencial Residual (IDR). Além disso, têm como principal vantagem a velocidade de aquecimento da água, o que impacta na economia no consumo mensal.

O que achou da história do chuveiro elétrico? Conheça nosso blog para mais artigos como esse. Acesse nossa loja virtual escolha o seu novo chuveiro elétrico!